Arquivo da tag: Sociedade

Leituras

Expansão territorial chinesa e a construção de ilhas artificiais, reportagem da BBC

O governo do país começou a construir ilhas artificiais no oceano para poder plantar o seu poder por ali. E, diante do poderio militar naval dos chineses, isso poderia representar inclusive uma ameaça ao domínio militar americano no Pacífico.

A China está começando a se utilizar de seu notável poder naval. A velocidade da mudança é enorme. Pequim constrói navios de guerra e submarinos mais rápido do que qualquer outro país, incluindo os Estados Unidos. O segundo porta-aviões do país está praticamente pronto.

Dislexia na China

Take the character for “special” (特) and the one for “grasp” (持), for example, which are the same apart from a small extra stroke on the left hand side of the former and a tiny upward tick at the bottom of the long vertical stroke of the latter. Those (to a foreign eye) tiny differences give them distinct meanings. They are also pronounced quite differently: the first “te” (falling tone), the other “chi” (rising tone).

Turismo pela cidade de Mao Zedong

A cada ano, sete milhões de pessoas, 20.000 por dia, visitam a fazenda que viu nascer Mao Zedong, o criador da República Popular da China e o museu em torno de sua figura. O número explode em 26 de dezembro, data de nascimento do líder e que Shaoshan comemora com fogos de artifício em uma espécie de natal vermelho.

Espião-sul coreano

Guia básico da comida coreana

Coreanos comem muito e comem com gosto. Adoram os sabores fortes de alho e óleo de gergelim. São os mestres asiáticos no uso da carne de boi, um ponto de encontro feliz com brasileiros e argentinos. A Coreia tem a marca das cozinhas do hemisfério norte: cada estação tem seu sabor próprio.

Explicação da The Economist sobre o sobrenome Kim na Coréia

Korea’s long feudal tradition offers part of the answer. As in many other parts of the world, surnames were a rarity until the late Joseon dynasty (1392-1910).

As family names such as Lee and Kim were among those used by royalty in ancient Korea, they were preferred by provincial elites and, later, commoners when plumping for a last name. This small pool of names originated from China, adopted by the Korean court and its nobility in the 7th century in emulation of noble-sounding Chinese surnames.

Entrevista de emprego na Coreia do Sul

Momoe Yamaguchi e a música japonesa nos anos 70

Conversa entre Inio Asano e Usamaru Furuya

Leituras

A China já igualou o total gasto pelos 28 países da UE em investimentos em pesquisa e desenvolvimento, com 1,98% do PIB, segundo os últimos dados da OCDE, correspondentes a 2012
Si no sabes quién es Schodt, podemos decir, resumiendo mucho, que es “el” gran pionero del manga en Occidente. Fue uno de los primeros occidentales que se interesó por el manga japonés, en los años 70, y que trabajó para que el manga pudiera llegar a Occidente, sobre todo gracias a su libro Manga! Manga! The World of Japanese Comics. Este libro, escrito en 1983 y aún disponible en las librerías (en inglés), ha sido y sigue siendo uno de los textos de cabecera de los interesados en la historia y la dimensión del manga en Japón: incluso hoy en día, más de 30 años después de su publicación, sigue siendo fascinante y, para mí, resta insuperado

Leituras

Vargas Llosa e o qi gong ?

Aos interessados em música japonesa as reportagens do Ryotaro Aoki

As mudanças da política chinesa

Desenterrando esse texto, sobre a produção de tomates no interior da China

Aprender japonês jogando videogame, do Tofugu

Alguns pontos sobre o problema do empreendedorismo no Japão

Indonésia pós Suharto

Conflitos entre médicos e pacientes na China

Violence against doctors in China has become a familiar occurrence. In September, 2011, a calligrapher in Beijing, dissatisfied with his throat-cancer treatment, stabbed a doctor seventeen times. In May, 2012, a woman attacked a young nurse in Nanjing with a knife because of complications from an operation performed sixteen years earlier. In a two-week period this February, angry patients paralyzed a nurse in Nanjing, cut the throat of a doctor in Hebei, and beat a Heilongjiang doctor to death with a lead pipe.

Aos interessados em educação sul-coreana