Arquivo da tag: História

Tanabata(七夕)

Lendo o livro Cisnes Selvagens da Jung Chang achei interessante a interpretação chinesa da lenda das estrelas Altair e Vega, que no Japão origina o festival Tanabata e na China o Qixi

 
“A três dias de viagem de caminhão de Chendu. no norte de Xichang, fica a planície do Rapaz do Búfalo.
 
Uma lenda famosa dera o nome da planície. A deusa Tecelã, filha da Rainha Mãe celeste, descia outrora da corte celeste para banhar-se num lago ali. Um rapaz que vivia à beira do lago e cuidava dos búfalos viu a deusa e os dois se apaixonaram. Casaram-se tiveram um filho e uma filha. A rainha mãe teve ciúmes da felicidade deles, e mandou alguns deuses descerem e sequestraram a deusa. Levaram-na, e o rapaz dos búfalos correu atrás deles. Quando já quase os alcançava, a Rainha Mãe tirou uma agulha da trança e abriu um imenso rio entre eles. O rio de Prata separou permanentemente o casal, a não ser no sétimo dia da última lua, quando as gralhas voam por toda a China e formam uma ponte para a família encontrar-se.
 
Rio de Prata é o nome chinês da Via Láctea. Acima de Xichang, ela parece enorme, com uma vastidão de estrelas, a brilhante Vega, a deusa Tecelã, de um lado, e Altair, o rapaz do Búfalo, com os dois filhos do outro. Essa lenda atrai os chineses há séculos, porque suas famílias foram muitas vezes divididas por guerras, bandidos, pobreza e governos cruéis”
 

Referência:

  • Cisnes Selvagens, Jung Chang – p.541
Anúncios